Notícias

Clique nas tags para filtar as notícias
Visualize as notícias por mês e ano
Buscar
terça-feira, 17 de novembro de 2015

Oficina-laboratório Yanka Rudzka: é o Vivadança baiano com sotaque polonês

voltar

A atividade será conduzida pelos poloneses Janusz Orlik, bailarino e coreógrafo, Joanna Lesnierowska, diretora e dramaturga, e Agnieszka Kryst

O Vivadança Festival Internacional, em parceria com o Art Stations Foundation, da Polônia, recebe de 16 a 20 de novembro, no Teatro Vila Velha, em Salvador, a Oficina-laboratório do projeto Yanka Rudzka. A atividade propõe o intercâmbio entre dançarinos brasileiros e poloneses através de métodos de trabalho com o corpo e sua aplicação para a dança, especialmente em improvisação. Neste ano, devido ao grande número de interessados, serão realizadas audições nos dias 16 e 17/11. Depois, os selecionados seguem para as aulas de 18 a 20/11.

A atividade será conduzida pelos poloneses Janusz Orlik, bailarino e coreógrafo, Joanna Lesnierowska, diretora e dramaturga, e Agnieszka Kryst, dançarina com experiência em danças folclóricas polonesas e técnicas de improvisação. Um dos pontos altos é a escolha de três dançarinos que terão a possibilidade de participar da criação de um espetáculo a ser apresentado durante a 10ª edição do Vivadança. A atividade é parte da segunda etapa do projeto Yanka Rudzka. Além disso, o espetáculo também será apresentado durante uma turnê pela Polônia.

Yanka Rudzka é uma dançarina polonesa, que faz parte da história da dança na Bahia. Chegada no final dos anos 50, foi peça fundamental para a criação da Escola de Dança da UFBA, primeira do Brasil onde. Encantada pela cultura local e com experiência no expressionismo alemão, teve como inspiração para suas coreografias elementos da religião afrobrasileira.

deixe seu comentário
72
  • Darrence 08/02/2016 23:46:22 A perfect reply! Thanks for taking the trolube.
  • Shah 10/02/2016 12:54:30 In the great pattern of tgnihs you actually receive a B- just for hard work. Exactly where you actually misplaced me was on your particulars. You know, it is said, the devil is in the details And that could not be much more true here. Having said that, allow me reveal to you just what did do the job. The writing is actually really powerful and that is most likely why I am making the effort in order to opine. I do not make it a regular habit of doing that. 2nd, whilst I can notice the leaps in reasoning you make, I am not really sure of exactly how you appear to unite the ideas that help to make the conclusion. For now I will subscribe to your position however trust in the foreseeable future you link your dots much better. http://xxheffcmhik.com [url=http://lguoas.com]lguoas[/url] [link=http://ndhbfthk.com]ndhbfthk[/link]
  • MArcus Vinicius Cardoso 10/07/2016 22:34:33 Não entendi muito a reportagem.
  • JimmiXS 07/08/2016 16:22:44 9T0X1N http://www.FyLitCl7Pf7kjQdDUOLQOuaxTXbj5iNG.com
voltar